Sobre mim

A minha foto
Linda-a-Velha, Lisboa, Portugal
Comecei a imaginar e criar a decoração dos meus bolos depois de algumas desilusões com bolos comprados em pastelarias. Nunca me achei uma pessoa especialmente criativa, mas com o incentivo e carinho das pessoas que me rodeiam, essa realidade mudou. Gosto de cozinhar tudo, embora as sobremesas sejam o que me dá mais prazer e gosto de um resultado final impecável A arte de satisfazer o estômago alheio ainda não é uma actividade a tempo inteiro, mas um dia, certamente, será!

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Neura...

Ao contrário do que me recomendaram para hoje, o meu pensamento anda muito longe do positivo.
Porque exigem demais de mim, porque o que me dão não é nada do que quero nem preciso, porque querem que eu seja uma pessoa que não sou, porque não compreendem que há mudanças que deixariam qualquer um de rastos, mas a mim me deixam feliz.
Não preciso que compreendam a minha forma de viver ou de pensar, apenas que aceitem sem fitas em birras...
Sinto-me dominada como na adolescência e era um sentimento que detestava... detesto a obediência cega, o domínio, a imposição... detesto que esteja tudo bem só enquanto agrado aos outros... detesto que o importante seja que eu agrade aos outros e não a mim!


HOY ES EL FUTURO

La vida sigue su curso
a un tiempo cruel y estraña
implacable y hermosa
alargando el pasado
encogiendo el presente
repartiendo futuros inevitables
juntando y separando gente.

Hoy es el futuro
ahora es el futuro.

Por eso la vida es agonía
y la vivimos agónicamente, agónicamente
hasta el momento incomparable
de la muerte, de la muerte

solo tienes el presente
solo tienes el presente

CUÍDATE...


A banda chamava-se La Polla e os mocitos são bascos (una de las bandas más punteras del movimiento punk, fieles a su filosofía, con la provocación y el escándalo como banderas, además de una lucha constante contra el poder establecido y las injusticias de la sociedad). Mas há mais, tb gosto muito de uma parte de outra música deles (La llorona), quer dizer, gostar, gostar gosto de todas:

Voy al campo
abandonare la ciudad
por que allí encontrare la paz
por que allí tendré mi libertad
seré un jipi impresentable en sociedad...

1 comentário:

hpinto disse...

És capaz de me entender agora?!!!
Era tudo isso que eu sentia quando me tentavam fazer ser de maneira que eu não era. Mesmo que em certas coisas eu pudesse estar "errada", era eu que sentia de determinada maneira, não os outros. É isso ainda que eu sinto quando querem que a minha verdade seja a de qualquer outra pessoa, por muito que essa pessoa ache que goste de mim. E o pior é quando esse sentimento nos faz ainda sentir culpa.
Mas o que eu hoje tentei partilhar de se pensar positivo resulta. Custa, mas resulta. Olha para a atitude que têm para comigo pessoas que já antes de apontaram o dedo e me criticaram ;o)
Tu mudas, a tua atitude muda, e o mundo muda contigo.
:o* espero que finalmente me entendas.