Sobre mim

A minha foto
Linda-a-Velha, Lisboa, Portugal
Comecei a imaginar e criar a decoração dos meus bolos depois de algumas desilusões com bolos comprados em pastelarias. Nunca me achei uma pessoa especialmente criativa, mas com o incentivo e carinho das pessoas que me rodeiam, essa realidade mudou. Gosto de cozinhar tudo, embora as sobremesas sejam o que me dá mais prazer e gosto de um resultado final impecável A arte de satisfazer o estômago alheio ainda não é uma actividade a tempo inteiro, mas um dia, certamente, será!

segunda-feira, 10 de março de 2008

A agonizar de mãos atadas

Verdade, é assim que me sinto!
Não percebo o porquê de tentar dar continuação a uma coisa que está acabada.
Trabalho como temporária.
O trabalho devia durar 2 meses no máximo e já lá vão 7.
O volume de trabalho já não me ocupa as 7 horas/dia.
Ninguém me manda embora.
Não tenho direito a marcar férias (mas por lei posso).
E se me for embora por minha vontade, perco o direito ao subsídio de desemprego que está, neste momento, suspenso.
Estou com a sensação de que me estão a passar boas oportunidades ao lado!!!!!!!!
Como diria o Tio Patinhas:
Grumf!!!!!!!

2 comentários:

hpinto disse...

E então, nada, novidades, avanços?
É realmente uma treta sentirmo-nos dessa forma no trabalho... parece que a coisa não anda nem desanda mas enquanto assim é chegamos a sentirnos inúteis (pelo menos comigo acontece...).
Espero que esse teu panorama mude em breve.
E que possas utilizar mais essa tua veia culinária criativa - esse sim é o meu desejo para ti ;o)
Beijocas,
Lena

sapatinhos de verniz disse...

Estou numa situação laboral que me ocupa (supostamente) 4 horas diárias com direito a 2 dias de folga por semana! Ganho razoavelmente bem, tendo em conta as horas que faço, e tenho ainda muito tempo de sobra para poder fazer mil e uma coisa! Para já estou numa situação temporária (contrato de 6 meses)! Seria uma situação interessante para ti?!